A importância do pediatra na sala de parto

Por José Nivaldo de Araújo Vilarim

Publicado em Ciência | 20/05/2021

Quando a mulher descobre que está grávida, sua primeira preocupação é procurar um obstetra que a acompanhe durante toda a gestação. À medida que esta progride é que surge a pergunta: quem é o pediatra que vai estar presente no momento do parto? Aqui, vale lembrar que cada componente da equipe tem sua função e importância, e a família tem o direito de escolha dos médicos de sua confiança para este evento.

A presença do pediatra na sala de parto é indispensável. É ele quem dá os primeiros cuidados ao recém-nascido, avaliando atentamente seu estado clínico. Caso ocorra alguma situação de emergência, ele deve estar apto a intervir, para garantir um nascimento sem complicação para o bebê.
Num parto humanizado, seja por via vaginal ou através de uma cesariana, o obstetra, ao retirar o bebê, o colocará em contato com a mãe. Aguardará que cessem os batimentos do cordão umbilical para cortá-lo, e entrega o RN ao pediatra/neonatologista.

Mantendo o RN envolvido em panos aquecidos, o neonatologista/pediatra evita que o neonato perca calor corpóreo e apresente queda da temperatura. A partir daí, ele desenvolve uma sequência de procedimentos: enxuga a pele do bebê, aspira, se necessário, as secreções da sua boca, procede com a ligadura (clampeamento) do coto umbilical, coleta sangue para classificação sanguínea e, com 1 e 5 minutos do nascimento, avalia a vitalidade do bebê, utilizando o boletim de Apgar – a famosa nota que o bebê recebe quando nasce. Depois que o bebê está estável, segue-se um exame físico sumário, incluindo as medições de peso, comprimento e perímetro cefálico. E finalmente, leva o bebe ao seio materno, estimulando, assim, a relação mãe-filho.

Situações especias como prematuridade, crianças com alguma doença previamente diagnosticada, como cardiopatias, ou que não choram ao nascer, podem necessitar de procedimentos mais avançados de reanimação neonatal, exigindo habilidades técnicas do pediatra/neonatologista, com o objetivo de promover uma adaptação rápida das funções biológicas do feto à vida pós-natal.

Para que tudo ocorra a contento, este profissional precisa ter todas as informações necessárias sobre a evolução da gestação, incluindo doenças maternas ou do feto. Daí a relevância das consultas com o pediatra durante o pré-natal. Essas consultas são importantíssimas para que os pais se sintam seguros, tranquilos e preparados para o momento do nascimento do bebê e conscientes sobre todos os cuidados que a ele serão oferecidos

José Nivaldo de Araújo Vilarim

José Nivaldo de Araújo Vilarim

José Nivaldo de Araújo Vilarim é médico pediatra, mestre em saúde materno-infantil pela University of London e professor de Pediatria e Semiologia Pediátrica da Faculdade de Medicina da Unicap. Seu perfil no Instagram, @dr.vilarim.pediatra, traz muitas informações importantes sobre pediatria

Ver todos os artigos de José Nivaldo de Araújo Vilarim

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *